Visitantes online

como colocar contador de visitas no site

Perseguidor no whatsapp

sexta-feira, maio 15, 2015

Vamos a um post. Hehehehehe. Hoje vai ser meio irado e como um desabafo. Sei que ninguém tem nada com isso, mas me faz bem escrever...

Um cara entra em contato comigo pelo facebook in box porque quer ter aulas de inglês. Ok.

Este cara é conhecido de uma amiga minha de infância que eu não vejo há anos, e devido o destino nos guiar para caminhos diferentes e correria dessa vida louca, perdi o contato com ela. Esse cara me enviou solicitação de amizade e eu aceitei.

Bom, ele queria ter aulas de inglês particulares VIP, perguntou preço e tal. Dei meu preço e perguntei quais os horários ele teria disponível. Ele me disse que teria segundas, quartas e sextas à tarde. Como eu não estava em casa, disse que assim que chegasse em casa, eu olharia meus horários e entraria em contato.

Cheguei em casa tinha quatro mensagens dele no whatsapp. 
Legal. Aproveitei e respondi, porque whatsapp é sempre mais rápido que o Messenger do face. Expliquei que estava na faculdade e que assim que chegasse entraria em contato.

Só que eu dou aulas o dia todooooo. Cheguei da faculdade cansada e as crianças já estavam dormindo. Fui até o quarto de cada um, dei um beijo e fui para a cozinha tomar meu leite com nescau quentinho. Depois tomei banho, escovei os dentes, passei o ácido no rosto, deitei na minha caminha quentinha e apaguei...

No outro dia quando acordo e fui olhar o whatsapp tinha umas seis mensagens dele:

- “Nossa, sua última visualização foi às 22h30 e nem me responde... Quero statar logo a estudar inglês Entre em contato comigo urgente.”
- “Você está aí?”

Só que quando acordo cedo, é uma loucura. Preciso preparar o café das crianças, alimentar os cachorros, as tartarugas, o passarinho, preparar o lanche para as crianças levarem à escola... Ahhh, e eu faço cocô cedo também. Siiiiiiim. Depois eu tomo banho, escovo meus dentes, me troco e vou à luta com as atividades que citei acima, começando pelo café das crianças. E neste dia eu perdi hora, iria trabalhar em outra cidade e nem respondi. Não deu tempo.

Chegando em casa, para o almoço. Tinha mensagem desse cara in box no Messenger do face, no IMO, no Telegram e no whatsapp. 

Minha nossa!!!! Acho que o cara vai fazer intercâmbio e precisa urgentemente fazer inglês. Então enviei um zap perguntando se já tinha feito inglês, se era iniciante e tals...E pedi mil desculpas pela demora em responder. O cara começa a falar em inglês comigo e eu falei inglês com ele.

Aí ele disse: “Quero ver se você é boa no inglês mesmo. Que horas podemos marcar para conversarmos sobre os detalhes?”

Aff...Que detalhes??? Eu já falei meu preço, já falei o livro que uso e boa. Só falta acertar o horário. Eu não quero provar para ninguém que eu sou boa nisso ou naquilo. E nem preciso. Todos os alunos que eu tenho são por indicação de alunos ou colegas que conhecem meu trabalho. Alguns gostam, outros não. Não sou perfeita e nem quero ser. Embora eu tente isso sempre.

Então, eu disse que infelizmente às segundas, quartas e sextas não teria mais horário porque já tenho dois alunos nesses dias, que inclusive um deles viaja em Julho para o Texas e que eu montava minha agenda no início do ano em cima dos horários da faculdade e das atividades dos meus filhos. Mas que mesmo assim iria falar com o meu aluno que vai viajar, para ver se ele cederia pelo menos uma hora para que ele começasse logo.

Eu falei que ia ver com meu aluno certo? E isso foi por volta do meio-dia.

Meu aluno que vai viajar veio para a aula, conversei com ele e ele disse que não cederia uma hora dos horários dele porque ele está às vésperas da viagem e quer estudar muito até o dia de viajar. Ok. Direito do meu aluno, correto?

Por volta das 16h00 confiro o whatsapp e meu pai me chama para falar a respeito de uma furadeira que ele queria que eu comprasse e fiquei falando com meu pai. Às vezes meu pai esquece que eu sou mulher sabe? Que eu gosto de gloss, que eu bordo, que uso saia, gosto de vermelho e rosa, dos Minions e que eu não entendo NADA de furadeira. 

Meu pai passou um monte de dados que eu não entendi nada. Aí eu tive que perguntar a referência dessa furadeira, marca, etc... Depois ele me fala que a furadeira era furadeira e parafusadeira ao mesmo tempo. Ah tá... Lá vou eu à loja atrás dessa ferramenta e esqueci meu celular aberto na tela do whatsapp.

Depois que comprei a ferramenta e cheguei em casa vi o celular com a seguinte mensagem:

- “Você está online e não fala comigo? Estou aguardando sua resposta. O que está fazendo online que não responde? Com quem está falando?”

Oooi? De repente eu arranjei um namorado, amante ou sei lá o que e não estou sabendo?

Não dei muita satisfação e fui dar aula na faculdade.

Quando eu cheguei, ele já tinha me chamado perguntando se eu tinha falado com meu aluno. Então respondi que meu aluno não tinha concordado em ceder uma hora do horário dele. Que se ele quisesse, poderíamos começar em Julho quando meu aluno viajasse. Ou caso ele estivesse com muita pressa, eu poderia indicar outra pessoa.

Aff... O cara virou um bicho:

- "Nossa! Porque não me falou antes? Primeiro você fala que dá, depois fala que não dá. Estranho né? Ah na boa véi. Vamos ser adultos. Tô sem saco pra esse tipo de atitude..."

Véi... Faltou um O aí...

Bom, nem respondi e bloqueei sabe?

O cara não sabe nada da minha vida, como é o meu dia a dia, e fica no meu pé desse jeito??? Que obrigação eu tenho de responder?

Primeiro: Como eu disse, eu não preciso provar nada para ninguém que sou boa nisso ou naquilo. Todos os alunos que tenho são indicações de outros alunos ou colegas que conhecem meu trabalho. Uns gostam, outros não. Não sou perfeita. Nem quero ser.

Segundo: Eu sou educadíssima. Quem me conhece sabe. Sempre respondo whatsapp, in box, e-mail, etc...Às vezes demoro, mas respondo. Se eu estou online e não respondo, é porque estou falando com outra pessoa que não é da sua conta.

Terceiro: O que eu estou fazendo que não respondo? Bom, tem várias opções. Eu posso estar na fila do banco para pagar uma conta e querendo soltar um pum. Mas como no dia anterior eu comi algo que não me caiu bem, tenho medo de soltar o pum e sair um pouco de cocô junto. Sabe quando dá aquelas borradas? Imagine o vexame? Então posso estar relatando esse fato para alguma amiga que possa me dar uma luz sobre o que fazer neste momento de angústia enorme. Posso ter morrido. E como vou responder se morri? Ou posso estar dando uns pegas em alguém também. E isso também é problema meu...

Ah que saco viu????

Aí como se não bastasse outro engraçadinho me envia in box: “Boa noite Angel, minha linda.”

Não respondi também. O cara persiste: “Oi gata, porque não fala comigo?”


Cacildaaaaaaaaa. 

Primeiro que meu nome é Ângela e não Angel. Às vezes algumas pessoas mais ÍNTIMAS me chamam assim. 

Não sou SUA LINDA. Ah e eu também não sou gata. Eu não faço miau. Ah cara que me chama de gata é porque paquera umas vinte ao mesmo tempo e para não confundir os nomes chama todas de gata. Eu hein?

Que mania que esse povo tem de querer paquerar no whatsapp, no in box do facebook ou sei lá que canal virtual existe mais. Me liga, me convida para tomar um suco, um sorvete. É porque eu não bebo NADA que tenha álcool. Eu não mordo. E se morder não arranco pedaço.

Sou do tempo antigo. Daquele em que a gente sai para CONVERSAR sim. Sabe o tempo de caminhar na praça comendo pipoca e batendo papo? Então...

Juro que quando eu for nascer de novo e a cegonha chegar para me buscar, vou lembrar de pegar umas três doses a mais de paciência e um manual que ainda vou inventar: ”Como lidar com gente louca e chucra”. Porque nessa vida eu não estou sabendo lidar com essas pessoas...

Daí vem alguém e diz: "Ângela, precisa mudar esse seu jeito, senão vai acabar sozinha."

Gente, eu nasci SOZINHA e vou ser ENTERRADA sozinha. Eu prefiro ficar sozinha do que estar com alguém por estar... Sabe aquela relação fachada?  Tô fora.

Postagens Relacionadas

0 comentários

Muito obrigada, de coração, por sua visita. Adoraria se deixasse um comentário.